Moderno, bem pensado, bem escrito e muito bonito:


Paradoxo

George Carlin

Nós bebemos demais,
gastamos sem critérios.

Dirigimos rápido demais,
ficamos acordados até muito mais tarde,
acordamos muito cansados,
lemos muito pouco,
assistimos TV demais
e  raramente estamos com Deus.

Multiplicamos nossos bens,
mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais,
amamos raramente,
odiamos frequentemente.

Aprendemos a sobreviver,
mas não a viver;

adicionamos anos a nossa vida
e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos a Lua,
mas temos dificuldade em cruzar a rua
e encontrar um novo vizinho.

Conquistamos o espaço,
mas não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores,
mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar,
mas poluímos a alma;

dominamos o Átomo,
mas não nosso preconceito;

escrevemos mais,
mas aprendemos menos;

planejamos mais,
mas realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar
e não, a esperar.

Construímos mais computadores
para armazenar mais informação,
produzir mais cópias do que nunca,
mas nos comunicamos cada vez menos.

Estamos na era do ‘fast-food’
e da digestão lenta;

do homem grande,
de caráter pequeno;

lucros acentuados e
relações vazias.

Essa é a era de dois empregos,
vários divórcios,
casas chiques
e lares despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas,
fraldas e moral descartáveis,
das rapidinhas, dos cérebros ocos
e das pílulas “mágicas”.

Um momento de muita coisa na vitrine
e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa carta a você,
e uma era que te permite dividir essa reflexão
ou simplesmente clicar  ‘delete’.


Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama,
pois elas não estarão aqui para sempre.

Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais,
num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer ‘eu te amo’ a  sua esposa(o),
seus filhos, seus netos, seus vizinhos e as pessoas que ama,
antes que seja tarde e elas se vão…
mas, em primeiro lugar, se ame…
se ame muito.

Um beijo e um abraço curam a dor,
quando vem de lá de dentro.

Por isso, valorize sua família
e as pessoas que estão ao
seu lado, sempre.

Já pensei em ser simpático, mas aí lembrei que não ganho nada com isso

"A única coisa que você pode controlar são suas escolhas."

"Eu adoro você!"

"Não quero ser adorada.Quero ser amada."

"O tempo virou e me deu as costas
Outra pergunta com a mesma resposta
Os dias são sempre iguais
O mesmo filme em todos canais”

"Sei que ela terminou
O que eu não comecei
E o que ela descobriu
Eu aprendi também, eu sei
Ela falou: - Você tem medo.
Aí eu disse: - Quem tem medo é você.
Falamos o que não devia
Nunca ser dito por ninguém
Ela me disse: - Eu não sei mais o que eu
sinto por você.
Vamos dar um tempo, um dia a gente se vê.

E eu dizia: - Ainda é cedo
cedo, cedo, cedo, cedo.”

Se você  está deixando de fazer aquilo que você almeja , pare e pense no tempo que você já perdeu só por estar pensando. Aí você  vai descobrir que a vida é muito curta para ficar aí parado, enquanto os ponteiros do relógio vão se movendo.  ;)

Mas há dias em que nada faz sentido 
E os sinais que me ligam ao mundo se desligam

 Esta é a hora de separar o joio do trigo, de encarar a necessidade de abrir mão de todas as coisas as quais você se apega, mas que não fazem mais sentido. 

Vá além de sua própria dor. Supere-a!